Criar novo registro de Produto

Para criar um novo registro de produto no sistema, faremos o seguinte:

Primeiramente, vamos abrir o cadastro de produtos, indo em “Cadastro”, e selecionando a opção “Produto”.

Cadastro.Produto.png

Abrirá a tela de localização de produtos. Como cadastraremos um novo produto, vamos clicar no botão “Novo”:

Cadastro.Produto.Novo.png

Agora, preencheremos os dados do produto. Os dados principais do cadastro são divididos em duas abas: a aba “Dados do Produto” e a aba “Tributos”. Começaremos pela aba “Dados do Produto”.

Dados do Produto

Vamos começar a preencher os dados de produto pelos campos localizados na parte Superior da tela, lembrando que os únicos dados obrigatórios são aqueles que possuem o asterisco vermelho ao lado de seu nome:

Cadastro.Produto.Novo1.png

  • Referência: É a referência do produto. Normalmente é uma combinação de letras e números que representa um produto dentro do sistema. um dos campos usados para pesquisa de produtos nas interfaces que utilizam produto.
  • Código de Barras: É o código de barras do produto. Aqui vai o número do código de barras, para fácil identificação em leitoras. Esse código pode ser gerado manualmente pelo usuário, sendo digitado no campo, ou pode ser gerado automaticamente pelo sistema, clicando no botão ao lado do campo.
  • Código de identificação do Produto: É um código interno do produto, um código que se refira a um produto específico. Bem parecido com a referência, esse campo ´´e um segundo campo de referência, para que você possa operar com dois códigos de referência juntos por produto. Por exemplo: um interno da empresa e um do fornecedor, para facilitar o reconhecimento ao comprar.
  • Nome do Produto: É literalmente o nome, a descrição do produto.
  • Nome Reduzido: Usado para clientes que possuem integração do Anexar com WebService. O nome que estiver escrito no nome reduzido é o nome que constará no site.

Agora que já preenchemos os dados da parte superior, vamos para a parte central:

Cadastro.Produto.Novo2.png

  • Código/Nome da Unidade: No primeiro campo, coloca-se o código interno do sistema para a unidade, ou no campo no segundo a descrição, a unidade comercial em si. Aqui coloca-se a unidade comercial do produto, como por exemplo: quilo, metro, peça, fardo, caixa…
  • Código/Nome da Categoria: No primeiro campo coloca-se o código da categoria, ou no segundo escolhe-se a categoria na qual esse produto pertence. Essa categoria tem uma tela específica de cadastro, que pode ser acessado pelo botão azul ao lado direito do campo “Código da Categoria”. Útil para separar os produto por tipo, facilitando contagens e dando mais opções de relatórios gerenciais.
  • Nome da SubCategoria: Lista as categorias que pertencem à categoria selecionada no campo acima deste. Assim como dito acima, muito útil para separação de produtos, ou para obtenção de ainda mais tipos de relatórios gerenciais.
  • Código/Nome da Marca: Informa qual a marca do produto. Assim como categorias, devem ser cadastradas marcas em sua tela específica, ou pelo botão azul ao lado direito do campo “Código da Marca”.
  • Localização: Aqui é colocada a localização do produto no estoque físico. Um exemplo disso são as coordenadas de um produto específico em um depósito com prateleiras ordenadas por letras e números. Essas coordenadas são colocadas nesse campo. Podem ser até coisas simples, como “Corredor 1”, ou “Prateleira da direita”.
  • Peso Líquido: Aqui é colocado o peso líquido do produto, caso ele seja pesado.
  • Peso Bruto: Aqui é colocado o peso Bruto da mercadoria, caso ela seja pesada.

Terminada a parte central, vamos então para a parte inferior e última pare da primeira aba:

Cadastro.Produto.Novo3.png

  • Custos de compra:Aqui estão os custos de compra do produto, ou seja, o quanto é gasto para comprar, adquirir o produto do fornecedor. Essa seção contém:
    • Custo de Compra (Bruto):No custo de compra bruto é colocado o valor unitário do produto, ou seja, o custo bruto do produto sem impostos, ou frete, ou outras despesas.
    • IPI de Compra:No IPI de compra é colocada a alíquota ou o valor do IPI pago no produto.
    • ICMS de Compra:No ICMS de compra é colocado a alíquota ou o valor do ICMS aplicado no produto. ATENÇÃO: Esse campo é apenas informativo, não agregando valor algum no custo do produto.
    • ICMS ST de Compra:NO ICMS ST de compra, é colocado o valor do ICMS ST pago no produto.
    • Frete de Compra:Aqui é colocado o valor de frete pago na compra do produto.
    • Adicional:Aqui é colocado qualquer valor adicional cobrado na compra do produto.
    • Custo de Compra:Aqui é exibido o somatório dos custos de compra do produto. Esse campo não pode ser editado.
  • Custos de Venda:Nesse campo são colocados os custos de venda do produto, ou seja, os custos que agregam valor ao produto, e que são cobrados ao vender. Por exemplo: Custo fixo de venda, levando em consideração alguma etapa de lubrificação, ou enriquecimento do material vendido. Esses itens variáveis são cadastrados no cadastro de itens de base de custo, localizados em “Cadastro” -> “Produto” -> “Itens de Base de Custo”
    • ICMS Venda:Nesse campo é colocada a alíquota do ICMS de venda do produto, ou seja, o ICMS que é aplicado sobre o produto ao vendê-lo. ATENÇÃO: Esse campo não agrega valor ao produto, ele é apenas informativo.
    • IPI Venda:Nesse campo é colocado o percentual/valor de IPI adicionado ao valor do produto na venda.

Agora que preenchemos a primeira aba, vamos para a segunda aba “Tributos”:

Tributos

Vamos preencher de cima para baixo, começando pelos tributos de ICMS:

Tributos de ICMS

Cadastro.Produto.Tributo1.png

Atenção: As informações a seguir são de cunho contábil, então se não souber alguma delas, converse com seu contador.

  • Código da Classificação Fiscal: Aqui você deve colocar o NCM do produto.
  • CEST: Nesse campo deve ser preenchido o CEST do produto. Lembrando que só terão CEST NCMs que fizerem parte do convênio de ICMS ST.
  • Código da Situação Tributária(Simples): Aqui deve ser colocado o CST do produto caso sua empresa seja optante pelo simples nacional. Caso sua empresa não seja optante pelo simples, deixe esse campo vazio e preencha o próximo campo.
    • Origem da Situação(Simples): Diz qual a origem do produto, colocando a origem como primeiro dígito do CST do simples. Exemplo: um CST 102 com origem 0 faz com que na nota fiscal seja impresso no campo CST o número 0102.
  • Código da Situação Tributária(Normal): Aqui deve ser colocada a CST do produto caso sua empresa não seja optante pelo simples nacional. Se sua empresa for optante pelo simples nacional, deixe esse campo vazio e preencha o campo anterior.
    • Origem da situação(Normal): Diz qual a origem do produto, colocando a origem como primeiro dígito do CST Normal. Exemplo: um CST 00 com origem 0 faz com que na nota fiscal seja impresso no campo CST o número 000.
  • Situação Tributária IPI: Aqui é colocada a situação tributária ou modalidade do IPI.
  • Tipo de cálculo do IPI: Define se o IPI será calculado usando o percentual ou colocando o valor diretamente.
  • Percentual Diferimento: Aqui é colocado o percentual de diferimento de ICMS do produto, caso tenha.
  • CFOP/Natureza da Operação: Coloca qual natureza de operação(CFOP) será utilizada na venda do produto.

Tributos de PIS/COFINS

Cadastro.Produto.Tributo2.png

Atenção: Os três campos a seguir se repetem nas quatro janelas de conf. PIS/COFINS, por isso o conceito desses campos valem para as quatro situações.

  • Tipo de PIS/COFINS: Aqui é informado o tipo/modalidade do PIS/COFINS que será usado na NFe.
  • Tipo de Cálculo: Controla se o cálculo será feito calculando o percentual cadastrado ou usando o valor cadastrado sem cálculo.
  • Alíquota(%): Aqui deve ser colocado a alíquota, caso a opção anterior esteja como percentual, ou valor, caso o campo anterior esteja como valor.

E pronto! o seu produto já tem todas as informações necessárias para ser utilizado com agilidade na emissão de notas fiscais!

Vídeo aula (Como Cadastrar Produtos)

No Comments

Post A Comment

WhatsApp WhatsApp